Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
20 de março de 2019, 14h33

Escolinha de Salvador dá invertida em mãe de aluno que pergunta sobre professor trans

A invertida gerou grande repercussão nas redes sociais e viralizou, sendo compartilhada por mais de 3 mil pessoas no Facebook em menos de 24 horas

Imagem da publicação da Escolinha Maria Felipa nas redes sociais (Reprodução)

A Escolinha Maria Felipa de Educação Infantil, de Salvador (BA), publicou nas suas redes sociais nesta terça-feira (19) uma resposta dada a uma mãe. Buscando uma escola para o filho, mas perguntando, primeiramente, se havia um professor trans na instituição.

Na publicação, em uma conversa por whatsapp, a escola é perguntada sobre a presença de um professor trans na escola. A resposta positiva gera nova indagação: “não que eu concorde, mas você não acha que isso pode ter diminuído o número de matrículas de vocês?”

A escolinha então rebate: “Quem acha que uma pessoa trans, apenas por ser trans, não pode educar seu filho, não merece a nossa escola”.

A invertida gerou grande repercussão nas redes sociais e viralizou, sendo compartilhada por mais de 3 mil pessoas no Facebook em menos de 24 horas.

Na publicação, a Escolinha ressaltou ainda que “nosso interesse é lutar e construir pela via da educação o mundo que acreditamos. Não negociamos nossos sonhos”, declaram.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Nosso interesse é lutar e construir pela via da educação o mundo que acreditamos. Não negociamos nossos sonhos!

Uma publicação compartilhada por Escolinha Maria Felipa (@escolinhamariafelipa) em

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum