Fórum Educação
11 de março de 2020, 07h24

Ex-assessor de ministro paraguaio acionado por Moro é ligado a empresária que fraudou passaportes de Ronaldinho

Um dos advogados que atua na defesa da empresária trabalha no escritório do ex-assessor

O ex-assessor Rubén Melgarejo Lanzoni ao lado do ministro do Interior, Euclides Acevedo (Foto: ABC Color)

Diversos elementos têm aproximado Rubén Melgarejo Lanzoni, ex-assessor do ministro do Interior do Paraguai, Euclides Acevedo, da empresária que produziu os documentos falsificados de Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Roberto de Assis. Foi Acevedo quem o ministro da Justiça do Brasil, Sergio Moro, contatou para pedir a liberdade do ex-jogador.

De acordo com o jornal paraguaio ABC Color, Lanzoni seria ligado a Hugo Volpe, um dos advogados da Fundação Fraternidad Angelical, instituto de Dalia López, responsável por fazer a defesa da empresária.

Ainda de acordo com o jornal, Lanzoni reconheceu que o advogado trabalha em seu escritório. Além disso, o próprio ex-assessor já se apresentou como advogado do instituto de Dalia. Lanzoni nega a proximidade com a empresária e diz que seu escritório não é responsável pela defesa dela, mas que seu funcionário aceitou o caso de forma “independente”.

López foi indiciada nesta terça-feira (10) pela Justiça do Paraguai por produção e uso de documentos falsos, assim como associação criminosa. A audiência está marcada para o dia 18 deste mês.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum