sexta-feira, 18 set 2020
Publicidade

Exército Brasileiro volta a tuitar para justificar homenagem a oficial nazista

Na manhã desta terça-feira (2) o Exército Brasileiro reforçou a polêmica iniciada na noite anterior, justificando sua homenagem a um oficial nazista alemão que foi morto no Brasil durante a ditadura militar, por membros de uma guerrilha que combatia o regime totalitário brasileiro.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

O tuíte do Exército Brasileiro diz o seguinte: “Em um intervalo de 5 dias, no ano de 1968, o soldado brasileiro Kozel e o major alemão Otto Von Westernhagen foram vítimas de ações terroristas. Relembramos que ajudamos a derrotar as forças nazistas durante a II Guerra Mundial e enfrentamos o terrorismo durante a Guerra Fria”.

As explicações do Exército Brasileiro ignoram completamente o passado de Von Westernhagen como membro de exército nazista que combateu na II Guerra Mundial.

O mesmo aconteceu no tuíte original, publicado na noite de segunda-feira (1): “Prestamos hoje homenagem ao oficial de nação amiga, Major do Exército Alemão Otto Maximilian, aluno da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército que, em 1º de julho de 1968, foi assassinado no Brasil”.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.