Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
31 de dezembro de 2019, 08h07

Família acusa motorista de negar corrida por racismo em MG: “fez cara de nojo”

De acordo com relatos da família, a mulher acelerou após ver os passageiros e cancelou a corrida

Uma família de pessoas negras acusam a motorista do aplicativo 99, Marta Couto Sobrinho, de ter negado uma corrida no último domingo (28), em Belo Horizonte, por racismo. De acordo com relatos, a mulher acelerou após ver os passageiros e cancelou a corrida.

“Estávamos no portão. Ela parou o carro. Quando a gente ia entrar no carro, ela fez cara de nojo, travou as portas e disse que não nos levaria”, contou Ariane Cristina Abdon Silva, 18 anos, que estava acompanhada dos pais e iria visitar o avô.
“A gente ficou sem entender. Nunca tinha acontecido com a gente”, disse. “Ficou claro que era injúria racial”, continuou a jovem, que prestou queixa sobre o ocorrido à polícia. O caso já está em investiação e, nos próximos dias, a família deverá ser ouvida pelos agentes.
Em nota, a 99 informou que bloqueou a motorista da plataforma e que vai colaborar tanto com a investigação quanto com as vítimas, oferecendo o suporte necessário.
Com informações do UOL.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum