Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
07 de fevereiro de 2020, 18h09

Felipe Neto diz que Bocardi não sabe o que é racismo estrutural

Jornalista da Globo perguntou para atleta negro de polo aquático se ele era "catador de bolinhas" e, após ser acusado de racismo, disse que sua "origem humilde" o impede de ter preconceito

Foto: Reprodução

O youtuber Felipe Neto, considerado um dos principais influenciadores digitais do Brasil, usou sua conta no Twitter, na tarde desta sexta-feira (7), para repercutir, assim como fizeram milhares de usuários da rede, uma fala considerada racista do jornalista da Globo, Rodrigo Bocardi.

“Bocardi não entende racismo estrutural. Racismo não é só ódio, é ver um menino negro e associar com ‘catador de bolinha do meu jogo de tênis’. Se o menino fosse branco de cabelo liso, a associação não aconteceria. É simples, Bocardi. Estude isso e evolua como ser humano”, disparou Felipe Neto.

O nome do jornalista dominou os Trending Topics do Twitter, pela manhã, depois de comentário ao vivo feito no jornalístico Bom Dia São Paulo. Ele perguntou para um rapaz negro, chamado Leonel, que disse estar esperando o trem para ir ao clube Pinheiros, se ele era catador de bolinhas de tênis no local.

O rapaz respondeu que é atleta de Polo Aquático do tradicional clube paulistano.

Um título de sócio desistente através de uma transferência de titularidade, no Pinheiros, pode custar até R$ 70 mil, além de ter que pagar uma mensalidade de R$ 420.

“E eu tava achando que eram meus parceiros que me ajudam nas partidas”, disse o apresentador, que joga tênis no local.

Após a repercussão negativa de sua declaração, Bocardi foi às redes sociais para dizer que confundiu o jovem com um pegador de bolinha por causa de camiseta. Ele ainda tentou justificar afirmando que tem “origem humilde”, o que o impediria de ter preconceito.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum