Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
06 de setembro de 2019, 19h08

Fiscais de Crivella concluem que não há pornografia para crianças na Bienal

"Muitos livros", foi o que o subsecretário Wolney Dias disse ter encontrado

Os censores de Crivella na Bienal do Livro (Montagem)

A operação comandada pelo prefeito Marcelo Crivella de caçar livros que supostamente teriam conteúdo pornográfico voltado para crianças acabou reconhecendo o óbvio: esses livros não estão presentes na Bienal do Rio. Segundo os fiscais, o que foi alardeado não foi encontrado e não há previsões de uma nova operação.

O subsecretário de operações da Secretaria Municipal de Ordem Pública, o coronel Wolney Dias, ex-comandante da Polícia Militar, foi o responsável pela missão de procurar livros infanto-juvenis com conteúdo pornográfico. No entanto, ao final da operação, ele constatou que isso não foi encontrado.

Questionado sobre o que achou na Bienal, ele foi direto: “Muitos livros”. A prefeitura, então, informou que não foi achado pelo operativo nenhum livro pornográfico para menores de idade e que não há nova visita programada ao evento.

A polêmica começou na noite de quinta-feira, quando Crivella postou um vídeo em que dizia ter determinado aos organizadores do evento que recolhessem livros “com conteúdos impróprios para menores”. O alvo principal foi a história em quadrinhos da Marvel “Vingadores – a cruzada das crianças”. A publicação, que traz um beijo entre dois heróis, esgotou após a “ordem” de Crivella.

A tentativa de censura não foi aceita e organizadora, GL eventos, editoras e escritores se rebelaram contra a determinação autoritária para com livros de temática LGBT e não aceitaram determinações como a de lacrar e colocar “+18” em publicações com esse conteúdo. Segundo Leonardo Antan, autor de contos e romances LGBT, os leitores não se abalaram com a tentativa de cerceamento imposto por Crivella e o público agiu como nos outros dias da Bienal.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum