Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
07 de julho de 2019, 14h30

Flávio e Eduardo Bolsonaro gravam programa com Silvio Santos; Eduardo vai armado

O deputado federal posou ao lado de Silvio Santos e do irmão Flávio com uma arma na cintura para divulgar sua participação em um programa do SBT que vai ao ar no próximo domingo; emissora, que passou a receber mais verbas publicitárias, tem feito forte defesa do governo em sua programação

Flávio e Eduardo Bolsonaro com o apresentador Silvio Santos (Reprodução/Twitter )

Depois de Jair Bolsonaro e do ministro Sérgio Moro, o SBT contará, em um de seus programas, com a presença de dois dos filhos do presidente: o senador Flávio (PSL-RJ) e o deputado federal Eduardo (PSL-RJ).

Ambos gravaram no sábado (6) uma participação no Programa Silvio Santos, apresentado pelo dono da emissora. A dupla participou de um game chamado “Jogo das três pistas” e o canal, na última semana, tem inserido chamadas entre a programação para divulgar o quadro com os filhos do presidente.

Eduardo Bolsonaro, pelo Twitter, divulgou uma foto ao lado do irmão e de Silvio Santos em que ele aparece com uma arma na cintura.

Propaganda do governo 

Este ano, o SBT recebeu R$ 7,3 milhões em verbas publicitárias da secretaria de comunicação do governo federal, ficando atrás apenas da Record, que pela primeira vez ultrapassou a Globo e liderou a fatia.

Além da mudança na estrutura de distribuição, que deixou a Globo em terceiro lugar em 2019, o montante pago ao SBT também é muito maior em comparação aos anos anteriores. Em 2018, a emissora de Silvio Santos recebeu R$ 1,1 milhão e em 2017, a partilha foi de R$ 1,34 milhão.

O aumento da verba publicitária já surte efeitos na linha editorial da emissora. O canal tem feito sucessivas propagandas pró-governo em sua programação e defendido com ênfase a reforma da Previdência.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum