Fuga: Olavo de Carvalho não passou pela imigração e saiu do Paraguai para EUA

As informações estão no inquérito que investiga a existência de milícias digitais que promovem ações antidemocráticas; “guru” bolsonarista foi intimado a depor e fugiu do Brasil

A manobra que propiciou a fuga repentina de Olavo de Carvalho do Brasil para os Estados Unidos, depois de ter sido intimado pela Polícia Federal (PF), foi um verdadeiro enredo de filme: compra de passagens em dinheiro, viagem de carro até o Paraguai e cruzamento da fronteira sem passar pela imigração.

As informações estão no inquérito que investiga a existência de milícias digitais, que promovem ações antidemocráticas. O “guru” da família Bolsonaro foi intimado.

Olavo deixou o Brasil logo após a PF o chamar para depor, no dia 9 de novembro. Porém, ele alegou problemas de saúde para não comparecer.

No dia 10, a esposa do “guru” comprou duas passagens para Miami, nos Estados Unidos, com saída de Assunção, no Paraguai, previstas para o dia seguinte.

Conforme informações da coluna Painel, na Folha de S.Paulo, a aquisição foi realizada em um agência de viagens e o pagamento foi feito em dinheiro.

Ainda no dia 10, depois da compra das passagens, Olavo deixou o hospital onde estava internado sem avisar ninguém. O estabelecimento registrou a ocorrência como “evasão do paciente”.

Após abandonar a clínica, Olavo e esposa remarcaram as passagens para o dia 13 de novembro, quando decolaram para os Estados Unidos. Ele viajou de carro até o Paraguai e não passou pela imigração ao sair do Brasil.

“Guru” bolsonarista não consegue explicar como conseguiu eixar o país

Depois de chegar em sua residência, nos Estados Unidos, o “guru” bolsonarista divulgou um vídeo em que negou ter saído para se esconder do depoimento.

Publicidade

Porém, não explicou como conseguiu deixar o país. Algumas hipóteses apontavam que ele teria usado um avião da Força Aérea Brasileira (FAB).  

“Eu estava no hospital e me ofereceram um voo repentino para dali a 15 minutos. Eu não ia perder essa oportunidade”, declarou no vídeo, sem convencer.

Publicidade

Olavo afirmou, ainda, em tom de ironia, que a “coisa foi tão rápida” que ele não conseguiu se despedir dos médicos e enfermeiros. “O pessoal chama de saída à francesa”.

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR