Gasolina sobe outra vez e só neste ano de 2021 acumula 13,4% de aumento

O preço médio de gasolina da Petrobras para as distribuidoras passará a ser de R$ 2,08 por litro, enquanto o diesel valerá R$ 2,12 por litro

Apesar da constante ameaça de greve por parte dos caminhoneiros, a Petrobras anunciou, nesta terça-feira (26), mais um aumento da gasolina: 5%. Com o novo reajuste, o combustível acumula alta de 13,4% somente em 2021. A medida entra em vigor já a partir desta quarta-feira (27).

“O preço médio de gasolina da Petrobras para as distribuidoras passa a ser de R$ 2,08 por litro, refletindo um aumento médio de R$ 0,10 por litro. O preço médio do diesel, por sua vez, passará a ser de R$ 2,12 por litro, refletindo um aumento médio de R$ 0,09 por litro”, diz a Petrobras, em reportagem de Simone Kafruni, no Correio Braziliense.

Ainda de acordo com a empresa, “os preços praticados têm como referência os preços de paridade de importação e, dessa maneira, acompanham as variações do valor do produto no mercado internacional e da taxa de câmbio, para cima e para baixo”.

“Importante ressaltar também que os preços da gasolina e do diesel vendidos na bomba dos postos revendedores é diferente do valor cobrado nas refinarias pela Petrobras. Até chegar ao consumidor são acrescidos tributos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis pelas distribuidoras, além das margens brutas das companhias distribuidoras e dos próprios postos revendedores de combustíveis”, acrescenta a nota da Petrobras.

Ameaça de greve

A Petrobras anuncia reajuste dos combustíveis poucos dias antes da ameaça de realização de uma paralisação, convocada pelos caminhoneiros, contra a política de preços da empresa e o governo Bolsonaro. Embora ainda não haja confirmação sobre a greve, caso ela ocorra será no dia 1 de fevereiro. 

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR