sexta-feira, 25 set 2020
Publicidade

Goleiro Jean socou o rosto da esposa na frente das filhas, diz novo B.O.

De acordo com uma nova versão do boletim de ocorrência do caso do goleiro Jean, do São Paulo, registrado por Milena Bemfica, na madrugada de quarta-feira (18), as filhas de cinco e três anos de idade presenciaram o momento em que o pai desferiu socos no rosto da mãe – foram oito no total.

Na versão publicada nesta quinta-feira, informações consideradas confidenciais, como o depoimento das filhas do casal, haviam sido censuradas.

O B.O. conta ainda com a versão de Jean, que argumentou que a discussão não “passou de um mal-entendido”.

Jean disse, segundo o documento, que a discussão começou depois de Milena tê-lo visto conversando com outra mulher pelo telefone. Ele teria sido algemado por “não cooperar com a investigação” e, verbalmente, dito ao policial que foi Milena a primeira a agredi-lo com uma prancha de cabelo na região da testa. Segundo ele, em seguida, ela mordeu sua coxa esquerda. “Pedi que ele me explicasse como ela conseguiu mordê-lo nessa região, mas ele não soube dizer”, afirma o policial no documento.

Ao UOL Esporte, o advogado de Jean, Jack Goldberger, afirma que “todas as famílias têm desentendimentos, e acreditamos que foi o que aconteceu neste caso. Esperamos que os fatos mostrem que esse foi um assunto familiar privado e que nenhum crime foi cometido”.

Com informações do UOL Esporte

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.