Entrevista exclusiva com Lula
28 de junho de 2017, 11h18

Governador do Paraná chama sindicatos de fascistas

Governador, que já mandou a polícia bater em professores em 2015, disse em lançamento de programa para estradas que “o Paraná é da sociedade paranaense, que jamais ficará refém dos sindicatos fascistas”

 

Por Redação*      Foto: Orlando Kissner/ANPr

 

Em evento ontem para lançamento de pacote de recursos para conservação de estradas, o governador Beto Richa (PSDB) disse que “o Paraná é da sociedade paranaense, que jamais ficará refém dos sindicatos fascistas”.  E emendou: “encontraram aqui no governador alguém com coragem para enfrentar interesses menores, individualistas e corporativistas. Que não coincidem com os interesses legítimos da sociedade paranaense”. Para ele, direitos de trabalhadores são “privilégios”: “a sociedade paranaense não paga seus impostos para garantir privilégios à classes que querem cada vez mais. Em detrimento da saúde e da segurança”… “Não vamos mais ceder as insistentes manifestações por mais privilégios. Aqui não”, concluiu.

A truculência de Richa e seu pouco apreço pelos funcionários públicos e seus sindicatos já ficaram demonstrados quando, em abril de 2015, a PM reprimiu fortemente manifestação de professores contra retirada de direitos dos trabalhadores num pacote de ajuste fiscal. No massacre, mais de 200 pessoas ficaram feridas.

Denúncias de corrupção —  Mas os embates que Richa tem pela frente não são apenas com o funcionalismo. Há cerca de quinze dias, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) recebeu pedido de abertura de inquérito contra Richa por parte do vice-procurador-geral da República, José Bonifácio Andrada. A acusação é de cometer crimes eleitorais e tem como base delações premiadas de executivos da construtora Odebrecht.

*Com informações do Blog Caixa Zero


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum