Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de julho de 2019, 10h49

Governo Bolsonaro: Desmatamento da Amazônia cresce 60% em junho, comparado ao ano passado

Em comparação com junho de 2018, houve um aumento de 60% no desmatamento da região amazônica, segundo dados do INPE. Os números são questionados pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que defende a contratação de empresas estrangeiras para essas medições

Foto: Arquivo/WWF

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) mostram que, sob o governo Jair Bolsonaro, o desmatamento na Amazônia cresceu cerca de 60% no mês de junho de 2019 em comparação com 2018, com cerca de 762,3 km² de floresta derrubada, e atingiu a pior marca desde 2016.

Segundo Johanns Eller, do O Globo, o desmatamento em junho de 2018 havia sido de 488,4 km² e subiu para 762,3 km² segundo análises de imagens de satélite feita pelo Inpe. Em 2019, a região afetada chega a 2.273,6 km², equivalente a cidade de São Paulo.

Os números são questionados pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que defende a contratação de empresas estrangeiras para essas medições. O instituto, que realiza o levantamento desde 2005, defende sua precisão.

O crescimento no desmatamento já vinha sendo alertado por especialistas e gerando preocupações no Brasil e no exterior. No Acordo de Paris, assinado em 2015, o Brasil se compromete a zerar o desmatamento ilegal até 2030. Em estudo realizado por pesquisadores do meio ambiente, foi apontado que 68% das áreas protegidas na Amazônia estão ameaçadas.

Em entrevista ao O Globo, Carlos Rittri, do Observatório do Clima, lamentou os números e criticou o governo. “A variação tem uma digital para trás, que é a do governo Jair Bolsonaro. O discurso na campanha se reflete na redução no combate ao desmatamento. O número de operações foi 70% maior de janeiro a abril. Não é uma variação, digamos, esperada de um início de governo. Se no discurso você estimula e diz que vai tirar o governo das costas de quem quer produzir, estamos, na verdade, tirando o governo das costas de quem está cometendo crimes ambientais”, disse.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum