O que o brasileiro pensa?
03 de julho de 2020, 20h36

“Hello, people”: Val Marchiori chama críticas à sua fala sobre moradores de rua de “burburinho”

Após a repercussão negativa do vídeo com Bia Doria em que a primeira-dama diz que as pessoas "gostam" de morar na rua, socialite afirmou que falas foram "distorcidas" e postou fotos fazendo doações

Reprodução

Depois de Bia Doria, a socialite Val Marchiori foi às redes sociais, na tarde desta sexta-feira (3), para falar sobre o vídeo que chocou internautas em que ela e a primeira-dama do estado de São Paulo aparecem comentando sobre a situação dos moradores de rua na capital paulista.

Bia Doria chegou a pedir desculpas, mas disse que sua fala foi retirada do contexto e que tem “a consciência tranquila”. Já Val Marchiori divulgou um vídeo no Instagram em que chama as críticas às suas declarações de “burburinho” e diz que suas falas foram “distorcidas”.

“As pessoas estão distorcendo o assunto moradores de rua. Eu recentemente levei meu marido e meus filhos para fazerem doações de cobertores e alimentos na Praça da Sé”, afirmou.

Leia também: Após vídeo sobre moradores de rua, Suplicy convida Bia Doria para audiência na Câmara

No vídeo que causou polêmica, Bia Doria afirma que as pessoas “gostam” de morar na rua e que “não é correto chegar na pessoa que está na rua e dar marmita, porque a pessoa tem que se conscientizar que ela tem que sair da rua”. Marchiori, por sua vez, endossou: “Elas não querem sair da rua porque no abrigo têm horário pra entrar, têm responsabilidades, limpeza e eles não querem, né?”.

Em seu “esclarecimento” sobre a questão, a socialite ainda usou seu bordão, “Hello, people”, para se referir àqueles que têm a criticado. Ela ainda postou fotos de doações que teria feito com sua família a pessoas em situação de rua.

Assista.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum