Homem é atacado por bolsonarista no Rio: “Ele podia ter me matado”; veja vídeo

Eduardo Debaco alertou que os manifestantes pró-Bolsonaro não usavam máscara; jogado contra um carro, ele foi atropelado e está internado com duas fraturas na perna

Um homem que passava pelo bairro de Ipanema, no Rio de Janeiro, neste domingo (1), foi agredido por um manifestante bolsonarista e empurrado contra um carro, durante protesto favorável ao presidente e pelo voto impresso.

Eduardo Debaco, que contou os detalhes em vídeo, foi atropelado e está internado com duas fraturas na perna.

Debaco declarou que fez um comentário para um grupo de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Um dos manifestantes, então, tentou agredi-lo duas vezes, o que fez com que fosse “arremessado contra um carro”. Ele foi socorrido pelo motorista e vai ter que passar por cirurgia.

“Hoje, eu saí de casa para correr e passei por bolsonaristas com a camisa da seleção brasileira, duas mulheres e um homem. Eu comentei que bolsonarista não usa máscara. Foi o suficiente para o homem partir pra cima de mim para tentar me agredir”, conta.

“Eu me desequilibrei, caí no asfalto e antes de me reerguer ele veio em uma nova carga e me arremessou pra cima de um carro, que passou com a roda por cima da minha perna. Minha perna está quebrada em dois pedaços. Estou aqui no hospital, vou entrar em cirurgia e espero que eu consiga recuperar minha perna”, destaca a vítima.

“Ele podia ter me matado. Isso mostra que tem gente hoje no Brasil que não tem o menor respeito pela vida. Não usar máscara já é uma falta de respeito, o vírus está matando um monte de gente. Usar máscara não dói, não impede ninguém de trabalhar. A gente está preso em casa por causa dessa gente que não usa máscara”, completou Debaco, em vídeo gravado no hospital.

PM

A assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que foi ao hospital verificar a ocorrência.

Publicidade

“Chegando ao local, os policiais localizaram a vítima, um homem de 49 anos, que, de acordo com as primeiras informações, teria entrado em luta corporal com outro homem, e que, após ser jogado na pista, foi atropelado, e sofreu fratura exposta. Ainda de acordo com o relato, o condutor do veículo socorreu a vítima, e o encaminhou à referida unidade médica”, disse em nota.

Rodrigo Mondego, da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), publicou no Twitter que vai representar a vítima.

Publicidade

Com informações do G1

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR