Fórumcast #19
18 de fevereiro de 2019, 17h47

Homem que espancou mulher por quatro horas já foi denunciado por agressão a irmão com deficiência

Vinícius Serra tem antecedentes violentos e já foi denunciado pelo próprio pai em 2016

Foto: Reprodução/Instagram

Vinícius Serra, o homem que espancou a paisagista Elaine Peres Caparroz durante quatro horas, tem antecedentes violentos. Em fevereiro de 2016, ele chegou a ser denunciado pelo próprio pai, Zacarias Batista de Lima, após agredir o irmão Diego, que tem deficiência, de acordo com informações de Elenilce Bottari, de O Globo.

Segundo a denúncia, Zacarias foi despertado por gritos e, ao chegar ao quarto dos filhos, viu que Vinicius estava em cima do irmão aplicando golpes de jiu-jítsu.

Ainda conforme o pai, o motivo do ato violento era a suspeita de que o irmão tivesse pegado R$ 1.200 que pertenceriam a Vinicius. Na briga, o agressor acabou acertando um golpe no rosto do pai. Na verdade, o dinheiro estava em uma caixa de remédios que a mãe havia jogado no lixo.

Ao se apresentar à delegacia para depor, Zacarias revelou que o filho era faixa roxa de jiu-jítsu e andava “muito destemperado”. O caso chegou ao Juizado Especial Criminal depois que a vítima, o pai, desistiu da denúncia contra o filho.

Veja também:  Nepotismo: parecer de consultoria do Senado proíbe Eduardo Bolsonaro de ser embaixador em Washington

Ameaça

Rogério Peres, irmão de Elaine disse: “Um dos funcionários chegou a passar pela porta da minha irmã e dizer ‘vamos parar com isso’. Aí o Vinícius teria dito ‘entra então aqui para você ver o que acontece’. Nesse momento, eles foram pedir reforço para os seguranças e pegaram o Vinicius já na portaria, onde ele foi algemado pela polícia e preso em flagrante”, explica.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum