Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
16 de outubro de 2019, 12h13

IBGE: Trabalhador branco recebe 75% a mais que pretos e pardos no Brasil

A diferença entre os salários do homem e da mulher, no entanto, diminuiu. Em 2018, mulheres passaram a ganhar 78,8% do salário masculino

(Arquivo)

Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnadc) do IBGE, divulgada nesta quarta-feira (16), confirmou que a desigualdade salarial entre brancos e pretos ainda é uma questão problemática do mercado de trabalho no Brasil. De acordo com a pesquisa, em 2018, trabalhadores brancos receberam cerca de 75% a mais do que os pretos e pardos.

No ano passado, os brancos recebiam, em média, R$ 2.897, enquanto pretos e pardos tinham rendimentos de R$ 1.636 e R$ 1.659, respectivamente. O estudo também mostra que, de 2017 para cá, pouco foi feito para mudar este cenário, já que a diferença salarial entre os dois anos permaneceu estagnada.

Com relação a diferença salarial entre homens e mulheres, os resultados mostram que a disparidade tem caído. Em 2018, o salário recebido por eles era 26,9% maior do que o recebido por elas. Esta é a menor diferença da série histórica do levantamento, iniciado em 2012.

No entanto, apesar da queda, diferença dos salários entre gêneros ainda é grande. Em média, mulheres recebem o equivalente a 78,8% do salário dos homens. Segundo o IBGE, o rendimento médio de ambos eram de R$ 1.938 e R$ 2.460, respectivamente.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum