Internado desde a última semana para tratar novos pontos de câncer, Bruno Covas não tem previsão de alta

Inicialmente, equipe médica previa que o prefeito de São Paulo teria alta no início desta semana, o que não se confirmou; "A luta continua e o trabalho não pode parar", disse o tucano

Médicos de Bruno Covas (PSDB) divulgaram, na tarde desta terça-feira (20), um novo boletim em que informam que o prefeito de São Paulo permanece internado no Hospital Sírio Libanês e não tem previsão de alta.

Internado desde a última quinta-feira (16) após diagnóstico de novos pontos de câncer no fígado e nos ossos, Covas tinha a expectativa de deixar o hospital já no início desta semana, o que não se confirmou de acordo com o novo informe médico.

“O paciente está tolerando bem a medicação e seu quadro é estável. No momento, ainda não há previsão de alta hospitalar”, diz o boletim, informando ainda que o tucano está passando por sessões de quimioterapia e imunoterapia.

Pelas redes sociais, Covas agradeceu o “apoio e carinho” e procurou tranquilizar amigos, familiares e eleitores. “A luta continua e o trabalho não pode parar. O apoio e o carinho que recebo todos os dias me dão cada vez mais força. Seguirei como sempre: de cabeça erguida e cumprindo, junto com minha equipe, nossos compromissos com São Paulo”, escreveu.

O prefeito paulistano luta contra o câncer desde outubro de 2019. A doença havia sido constatada, inicialmente, na transição entre o estômago e o esôfago. Ele passou por sessões de quimioterapia e imunoterapia e, em fevereiro deste ano, foi constatado um novo nódulo cancerígeno em seu fígado, o que o levou a passar por novas sessões de quimioterapia, que agora foram retomadas.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.