Intolerância: PM se recusa a usar máscara e dá soco no rosto de vendedora de loja em Manaus

PM já foi afastado de suas funções e responderá processo administrativo; agressão foi gravada pelas câmeras de segurança do estabelecimento e vítima se afastou do trabalho com medo de mais represálias. Assista

A insistência de parte da população em não usar máscara de proteção fez mais uma vítima. No último dia 21, um policial militar agrediu a atendente de uma loja de conveniência em Manaus (AM) logo após ser advertido sobre o uso obrigatório do acessório de segurança.

As imagens da agressão foram registradas pelas câmeras do estabelecimento e vieram à tona nesta terça-feira (28) através da divulgação da mídia local.

O policial foi identificado como Luciano Ribeiro Nascimento e, segundo a PM, o agente foi afastado de suas funções e responderá processo administrativo. O caso é investigado pelo 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP) da capital amazonense, onde o uso de máscara foi tornado obrigatório através de decreto.

Nascimento é acusado em outro caso de agressão a uma mulher que teria acontecido quatro dias antes do episódio da loja de conveniência.

A atendente agredida da loja, por sua vez, está afastada do trabalho pois teme represálias.

Assista ao vídeo da agressão obtido pela TV Norte Amazonas.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.