segunda-feira, 28 set 2020
Publicidade

João de Deus é condenado a 40 anos em regime fechado

O médium João de Deus, 77, foi condenado nesta segunda (20) a 40 anos de prisão em regime fechado por estupros cometidos contra cinco mulheres na casa onde fazia atendimentos espirituais em Abadiânia (GO).

É a terceira condenação do médium. Juntas, as penas somam 63 anos e quatro meses de reclusão. Das 50 vítimas, 13 das sentenças foram proferidas e 9 já tiveram os casos julgados. Ele está preso desde 16 de dezembro de 2018 no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia.

No fim do ano passado, foi condenado por quatro estupros.

Antes, já havia pego quatro anos de prisão por posse ilegal de arma de fogo. Há também processos de corrupção e falsidade ideológica.

O processo corre em segredo de justiça para preservar as vítimas.

A história emergiu quando o programa Conversa com Bial, da TV Globo, veiculou depoimentos de mulheres que contavam ter sofrido abusos no “hospital espiritual” de João de Deus.

O programa foi ao ar em uma sexta. Na segunda seguinte, o Ministério Público de Goiás divulgou um email para receber denúncias de vítimas. O órgão recebeu cerca de 350 denúncias em um ano.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.