Fórumcast #19
18 de dezembro de 2018, 20h49

João de Deus tem habeas corpus negado pela Justiça de Goiás

Médium que foi acusado de abuso sexual por centenas de mulheres está em prisão preventiva desde domingo (16); defesa afirma que vai recorrer

Divulgação

A Justiça de Goiás negou nesta terça-feira (18) um pedido de habeas corpus feito pela defesa do médium João de Deus, preso desde o último domingo (16) por conta de centenas de acusações de abuso sexual. O advogado do religioso, Alberto Toron, afirmou que irá recorrer da decisão no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

“Apenas a liminar foi apreciada e negada. O julgamento final do habeas deverá se dar após o recesso. Discordamos da decisão e vamos recorrer ao STJ”, afirmou Toron em nota à imprensa.

A ideia da defesa do médium é transformar sua prisão preventiva em prisão domiciliar com o uso de tornozeleira eletrônico. Os advogados argumentam que o médium é idoso e tem a saúde debilitada.

A prisão preventiva foi decretada com base em 15 denúncias já formalizadas em Goiânia, todas por crimes sexuais que teriam sido praticados durante os atendimentos espirituais que João de Deus realizava na cidade de Abadiânia. Além das denúncias formalizadas, o Ministério Público Federal em Goiás já recebeu mais de 500 relatos de mulheres que se dizem vítimas do religioso.

Veja também:  Filho de Alberto Fernández faz sucesso como drag na Argentina

O médium nega as acusações.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum