Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
21 de agosto de 2019, 17h58

Jornalista narra conversa com professora de Willian, sequestrador do ônibus na ponte Rio-Niterói

"Tô de coração partido. É muito doloroso perceber o quanto nós, professores, detectamos desde cedo alguns problemas mas podemos fazer tão pouco", disse a professora

Foto: Reprodução/TV Globo

A jornalista Amanda Prado publicou em sua conta do Facebook um relato sobre uma conversa que teve com uma professora de Willian Augusto da Silva, morto pelo polícia do Rio de Janeiro, após sequestrar um ônibus na ponte Rio-Niterói, na manhã da última terca-feira (20). No texto, a jornalista diz que a professora sempre achou o sequestrador um rapaz introvertido e de poucas palavras.

“Tô de coração partido. É muito doloroso perceber o quanto nós, professores, detectamos desde cedo alguns problemas mas podemos fazer tão pouco. Ele era muito introvertido, não gostava de ir pro recreio, ficava sempre dentro da sala”, disse a professora, que não teve sua identidade revelada.

“Ainda não consegui digerir. Porque eu sei que ele não era uma pessoa ruim. Infelizmente o que aconteceu poderia ter sido evitado se ele tivesse recebido toda a ajuda que o ser humano precisa pra encontrar o equilíbrio e aguentar as pressões da vida”, contou ainda.

Leia abaixo o texto da jornalista:

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum