O que o brasileiro pensa?
04 de setembro de 2019, 12h19

Jornalista que denunciou “Dia do Fogo” no Pará sofre ameaças e diz que tem medo de morrer

Adécio Piran contou sofrer ameaças em grupos de Whatsapp e difamações em panfletos distribuídos na rua com a sua imagem

Queimadas na região Amazônica - Foto: Reprodução

O jornalista Adécio Piran, dono de um pequeno jornal em Novo Progresso (PA) e responsável por ter denunciado produtores rurais na organização do “Dia do Fogo” em sua cidade, contou sofrer ameaças em grupos de Whatsapp e difamações em panfletos distribuídos na rua com a sua imagem. “Tenho medo de morrer”, disse.

O município paraense onde mora fica há 1.650 km de Belém e é dominado por grupos de madeireiros. Piran contou que só nesta segunda-feira (2) conseguiu retomar o trabalho. Porém, precisou ser acompanhado de uma escolta da Polícia Militar. ​

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Piran não sai mais de casa à noite. “Tenho medo, sim, de morrer. As pessoas não são fáceis. A região é de muito problema”, declarou. O jornalista disse ainda que talvez interrompa provisoriamente a cobertura dos problemas ambientais e que não sabe se voltará a abordar o tema jornalisticamente.

A Polícia Civil do Pará já identificou o homem que teria feito as ameaças ao jornalista. De acordo com informações oficiais, Donizete Severino Duarte, administrador do grupo de WhatsApp denominado Direita Unida Renovada, foi ouvido e vai responder a processo em liberdade.

Novo Progresso registrou um aumento de queimadas de 300% por conta do “Dia do Fogo”, em 10 de agosto, o que resultou na formação de intensa fumaça no município. “Fizemos uma matéria para anunciar o que iria ocorrer. Esta área aqui é recordista em focos de incêndio. Essa divulgação ganhou proporções nacionais e internacionais”, disse o jornalista, em entrevista à Folha de S.Paulo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum