Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
12 de dezembro de 2019, 11h45

Juiz decide que não houve tortura em chicoteamento de adolescente por seguranças de supermercado

Valdir Bispo dos Santos e David de Oliveira Fernandes foram condenados por lesão corporal e inocentados da acusação de tortura por terem chicoteados um adolescente flagrado furtando barra de chocolate no supermercado Ricoy, em São Paulo

Trecho do vídeo em que o jovem é torturado - Foto: Reprodução/Redes sociais

O juiz Carlos Alberto Corrêa de Almeida de Oliveira, da 25ª Vara Criminal de São Paulo, deciciu que não houve tortura por parte dos seguranças que chicotearam um adolescente de 17 anos que foi flagrado furtando barras de chocolate no supermercado Ricoy, na Vila Joniza, zona sul da capital paulista.

Segundo o portal G1, os seguranças Valdir Bispo dos Santos e David de Oliveira Fernandes foram condenados por lesão corporal e inocentados da acusação de tortura.

O juiz considerou não ter havido tortura porque, segundo ele, as agressões não foram cometidas na busca de obter informações e não foram praticadas por quem tinha ‘condição de autoridade, guarda ou poder’.

O Ministério Público Estadual de São Paulo denunciou os seguranças pelos crimes de tortura, cárcere privado e divulgação de cena de nudez.

Os seguranças vão cumprir penas de 3 anos e 10 meses de reclusão, 3 meses e 22 dias de detenção e 12 dias de multa. Ambos estão detidos desde o início de setembro.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags