Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
26 de novembro de 2019, 16h07

Justiça de SP sabia que processo contra Edir Macedo iria prescrever e não quis evitar

Dono da TV Record era acusado de lavagem de dinheiro, evasão de divisas, associação criminosa e falsidade ideológica

Edir Macedo e a unção em Bolsonaro - Foto: Reprodução

Foi revelado nesta terça-feira (26), que a 2ª Vara Criminal Federal em São Paulo consultou o Ministério Público (MP) sobre a possível prescrição de processo contra o pastor Edir Macedo, dono da TV Record e líder da Igreja Universal do Reino de Deus, quatro meses antes de ser consumado o prazo máximo de julgamento dos crimes de lavagem de dinheiro. Apesar do alerta dado pelo MP, nada foi feito para acelerar o julgamento.

Segundo informações de Flávio Ferreira, da Folha de São Paulo, em despacho feito no dia 3 de junho, a vara determinou que os autos fossem enviados o mais rápido possível para que a decisão saísse antes da prescrição: “inocorrência da prescrição. Venham conclusos para sentença imediatamente”. Tal determinação foi feita pouco depois do Ministério Público informar, em maio, que o processo ainda estaria em vigor apesar de estar perto do tempo de prescrever.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Apesar da ciência sobre a urgência da sentença, a juíza Silvia Maria Rocha só deu sua decisão final em 29 de outubro, cerca de um mês após serem completados oito anos de tramitação, garantindo a prescrição das acusações contra Macedo. “Neste particular, registro que, ainda que assim não fosse, o próprio órgão acusador pugnou pela absolvição dos referidos réus no que tange à lavagem de dinheiro”, afirmou a magistrada.

Por ter idade superior a 70 anos, o líder da Universal tem os prazos de prescrição reduzidos pela metade. Além da lavagem de dinheiro, ele era acusado de evasão de divisas, associação criminosa e falsidade ideológica – todos prescritos. Os outros réus da ação foram absolvidos, apesar da magistrada reconhecer que havia “robustos elementos de materialidade delitiva” no processo.

Com informações da Folha de S. Paulo


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum