Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
30 de setembro de 2019, 16h58

Luana Piovanni diz que é difícil ser cidadã no Brasil e que em Portugal tem tempo de postar foto de biquíni

A ex-modelo, crítica do PT, está adorando viver no país comandado pelo socialista António Costa

Foto: Reprodução/Instagram

Em entrevista para o canal Universa, do Uol, a ex-modelo e apresentadora Luana Piovanni comentou sobre política do seu jeito extravagante. Ela, que agora vive em Portugal, comandada pelo socialista António Costa, disse que era muito difícil ser cidadã no Brasil por ter que defender causas, criticou a forma de se expressar do presidente Jair Bolsonaro e ainda atacou o ex-presidente Lula, dizendo que ele deveria estudar mais.

“Me dava um trabalho ser cidadã no Brasil. Eu queria postar foto dos meus filhos, eu tinha que postar negócio da Amazônia, eu tinha que postar os golfinhos, era o tubarão, era o Leonardo Di Caprio, era o 342, era a Paula Lavigne dentro do nosso grupo falando não sei o que. […] Meu deus, dá muito trabalho, não estou conseguindo postar foto de eu bonita de biquini. Tem quatro coisas políticas para fazer, tem cinco pessoas me pedindo coisas absolutamente importantes e relevantes e eu preciso postar”, declarou Piovanni.

Na entrevista, atriz comemora que, em Portugal, ela conseguiu se desligar completamente do Brasil e também não se interessa pela política local. “O Brasil é só tristeza, eu lamento sem fim. A vontade que eu tinha era de comprar todas essas casas ao me redor e encher com as pessoas incríveis que eu conheço e moram no Brasil. […] O Brasil acabou, o Brasil vive uma guerra civil não-assumida. Os nossos números são de guerra. Faixa de Gaza, Síria.”, disse ainda.

Sobre o crescimento do moralismo no Brasil, Piovanni disse ser “um retrocesso, uma tristeza, um constrangimento”. “Eu não aguento a gente ser representado por pessoas que mal falam bem a nossa língua, isso hoje e antes e antes, eu fico constrangida […] Não são inteligentes. Não pode ser presidente do Brasil, não pode ser presidente, podem ser no máximo dono de uma microempresa. Vai estudar”, disse ainda. “Não perdeu o dedo, vai estudar. Não pode ter orgulho de dizer ‘eu sou um analfabeto'”, completou.

 

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum