Maioria do STF vota para manter ordem de prisão do bolsonarista Zé Trovão

Como Alexandre de Moraes se declarou impedido de votar no caso, o resultado de 5 a 0 formou maioria contra o “influenciador”

O Supremo Tribunal Federal (STF) manteve, nesta segunda-feira (18), a ordem de prisão do “influenciador” de direita, que se diz caminhoneiro, Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão.

Quatro ministros da Corte votaram com o relator, Edson Fachin, pela manutenção da prisão: Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Dias Toffoli e Rosa Weber, concluindo a votação em 5 a 0.

A maioria foi formada em função de o ministro Alexandre de Moraes ter se declarado impedido de votar no caso. O habeas corpus (HC) apresentado pelo bolsonarista Zé Trovão questiona decisão do próprio ministro.

No dia 21 de setembro, Moraes determinou o indeferimento do pedido de revogação da prisão preventiva de Zé Trovão.

Asilo político

O ministro afirmou que o bolsonarista pediu, além da revogação do pedido de prisão, asilo político ao governo do México, onde ele continua foragido.

O “influenciador” é alvo de investigação no inquérito da Procuradoria-Geral da República (PGR) por ameaças à democracia, após ter auxiliado a liderar as manifestações fascistas ocorridas no 7 de setembro.

Com informações da CNN Brasil

Publicidade
Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR