Entrevista exclusiva com Lula
27 de novembro de 2019, 19h59

Mais de 170 organizações assinam nota em defesa de ONG perseguida no Pará

O Projeto Saúde e Alegria foi alvo de ação de busca e apreensão na terça-feira sem nenhum motivo justificado

Foto: Divulgação

Foi divulgado na tarde desta quarta-feira (27) um manifesto assinado por uma série de organizações e movimentos sociais em apoio ao Projeto Saúde e Alegria, alvo de busca e apreensão em sua sede em Alter do Chão, no Pará, sem uma justificativa.

Entre os signatários estão o MST, a Frente Brasil Popular Transxingu, o Instituto Socioambiental (ISA), o Instituto Vladimir Herzog, o Greenpeace Brasil, o Observatório do Clima, a ABJD – Núcleo Pará, além de diversos sindicatos rurais e organizações ambientalistas de todo o Brasil.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

“O Projeto Saúde e Alegria – PSA – é uma instituição civil sem fins lucrativos que atua em comunidades tradicionais da Amazônia desenvolvendo programas integrados na área de organização social, saúde, saneamento básico, direitos humanos, meio ambiente, geração de renda, educação, cultura e inclusão digital, visando melhorar a qualidade de vida e o exercício da cidadania. A Arte, o Lúdico e a Comunicação são seus principais instrumentos de educação e mobilização social”, diz trecho da nota.

Os movimentos dizem estar atentos para que essa ação não se trate “de mais uma ‘pirotecnia’ para tirar o foco dos graves problemas de desmatamento, queimadas, grilagem de terras e perseguição aos povos tradicionais e agricultores familiares que estão ocorrendo na região oeste do Pará e em toda a Amazônia”. “Vale ressaltar que não existe nenhum procedimento criminal específico contra o PSA e esperamos que, de imediato, sejam assegurados todos os seus direitos de livre manifestação de defesa”, apontam.

“Queremos que a polícia investigue e prenda os grileiros, os especuladores, as quadrilhas que invadem e roubam as terras e florestas públicas, usando o fogo como estratégia para limpar a área. E não que acuse sem provas quem trabalha para defender a floresta”, finaliza o texto.

Confira a nota na íntegra:

Manifesto de Apoio ao Projeto Saúde Alegria (PSA)

É com extrema preocupação que as organizações abaixo assinadas acompanham a ação de busca e apreensão determinada pelo juiz Alexandre Rizzi nas dependências do Projeto Saúde Alegria (PSA) / CEAPS – Centro de Estudos Avançados de Promoção Social e Ambiental em Santarém, Pará. Vale ressaltar que não existe nenhum procedimento criminal específico contra o PSA e esperamos que, de imediato, sejam assegurados todos os seus direitos de livre manifestação de defesa.

Da mesma forma esperamos que essa ação não se trate de mais uma “pirotecnia” para tirar o foco dos graves problemas de desmatamento, queimadas, grilagem de terras e perseguição aos povos tradicionais e agricultores familiares que estão ocorrendo na região oeste do Pará e em toda a Amazônia e, por outro lado, proteger os verdadeiros responsáveis por esse grave crime de degradação sociocultural e ambiental e assim envolver e criminalizar os movimentos sociais, organizações de trabalhadores agroextrativistas e ONGs que sempre estiveram ao lado das lutas populares.

Reafirmamos que PSA é uma instituição histórica com mais de 30 anos de atuação em defesa dos extrativistas, povos tradicionais e agricultores familiares na região oeste do Pará. Sua atuação sempre foi marcada pela lisura, transparência, respeito ao estado de direito e demais princípios democráticos e defesa do meio ambiente na Amazônia.

O Projeto Saúde e Alegria – PSA – é uma instituição civil sem fins lucrativos que atua em comunidades tradicionais da Amazônia desenvolvendo programas integrados na área de organização social, saúde, saneamento básico, direitos humanos, meio ambiente, geração de renda, educação, cultura e inclusão digital, visando melhorar a qualidade de vida e o exercício da cidadania. A Arte, o Lúdico e a Comunicação são sus principais instrumentos de educação e mobilização social.

Queremos que a polícia investigue e prenda os grileiros, os especuladores, as quadrilhas que invadem e roubam as terras e florestas públicas, usando o fogo como estratégia para limpar a área. E não que acuse sem provas quem trabalha para defender a floresta.

Santarém, 26 de novembro de 2019.

Assinam esta nota:

  1. SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS, AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DE SANTARÉM – STTR/STM.
  2. SOCIEDADE PARA PESQUISA E PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE- SAPOPEMA.
  3. TERRA DE DIREITOS.
  4. MOVIMENTO BAÍA VIVA DO RIO DE JANEIRO-RJ
  5. MOVIMENTO TAPAJÓS VIVO – MTV
  6. COLÔNIA DE PESCADORES Z-20/SANTARÉM
  7. FAOR – FÓRUM DA AMAZÔNIA ORIENTAL
  8. MAM – MOVIMENTO PELA SOBERANIA POPULAR NA MINERAÇÃO
  9. CENTRO DE APOIO AOS PROJETOS DE AÇÃO COMUNITÁRIA – CEAPAC
  10. PLATAFORMA DOS MOVIMENTOS SOCIAIS PELA REFORMA DO SISTEMA POLÍTICO
  11. OPERAÇÃO AMAZÔNIA NATIVA
  12. GRUPO DE DEFESA DA AMAZÔNIA – GDA
  13. INSTITUTO UNIVERSIDADE POPULAR – UNIPOP
  14. FEDERAÇÃO DE ÓRGÃOS PARA ASSISTÊNCIA SOCIAL E EDUCACIONAL – FASE
  15. MOVIMENTO DOS TABALHADORES SEM TERRA – MST
  16. MOVIMENTO DE MULHERES CAMPO E CIDADE – MMCC
  17. FORUM DCA
  18. FEDERAÇÃO DAS ASSOCIAÇÕES DE MORADORES E COMUNIDADES DO ASSENTAMENTO AGROEXTRATIVISTA DA GLEBA LAGO GRANDE – FEAGLE.
  19. COLETIVO DE MULHERES DE ANANINDEUA EM MOVIMENTO – CMAM
  20. COMISSÃO JUSTIÇA E PAZ DA ARQUIDIOCESE DE BELÉM
  21. COMISSÃO JUSTIÇA E PAZ DA DIOCESE DE SANTARÉM
  22. SOCIEDADE PARAENSE DE DEFESA DOS DIREITOS HUMANOS – SDDH
  23. COLETIVO TERRA FIRME
  24. COLETIVO JUNTOS
  25. REDE EMANCIPA
  26. CENTRO DE ESTUDO E DEFESA DA NEGRA E DO NEGRO DO PARÁ – CEDENPA
  27. MOVIMENTO DOS PESCADORES E PESCADORAS ARTESANAIS DO BRASIL – MPP
  28. GRUPO DE TRABALHO AMAZÔNICO – GTA
  29. INSTITUTO DE ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS – INESC
  30. SINDICATO DOS SOCIÓLOGOS(AS) DO OESTE DO PARÁ – SINSOP
  31. CENTRO DE FORMAÇÃO DOS TRABALHADORES(AS) DO BAIXO AMAZONAS – CEFTBAM
  32. SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE ALENQUER, AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DE ALENQUER – STTR/ALENQUER
  33. SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE JURUTI, AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DE JURUTI – STTR/JURUTI
  34. SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE FARO, AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DE FARO – STTR/FARO
  35. SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE CURUÁ, AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DE CURUÁ – STTR/CURUÁ
  36. SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE MONTE ALEGRE, AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DE MONTE ALEGRE – STTR/MONTE ALEGRE
  37. SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE ITAITUBA, AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DE ITAITUBA – STTR/ITAITUBA
  38. SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE AVEIRO, AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DE AVEIRO– STTR/AVEIRO
  39. SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE TERRA SANTA, AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DE TERRA SANTA – STTR/TERRA SANTA
  40. INSTITUTO MADEIRA VIVO – IMV
  41. REDE DE COMUNICADORAS E COMUNICADORES PELOS DIREITOS HUMANOS DE BELÉM.
  42. FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES(AS) DA AGRICULTURA/REGIONAL BAIXO AMAZONAS – FETAGRI-BAM
  43. ASSOCIAÇÃO MUNDIAL DE RÁDIOS COMUNITÁRIAS (AMARC BRASIL)
  44. COLETIVO DE MULHERES INDIGENAS SURARAS DO TAPAJÓS
  45. ASSOCIAÇÃO REGIONAL DAS CASAS FAMILIARES RURAIS DO PARÁ – ARCAFAR-PA
  46. ASSOCIAÇÃO DAS FAMILIAS DA CASA FAMILIAR RURAL DE BELTERRA – CFR DE BELTERRA
  47. ASSOCIAÇÃO DA RÁDIO COMUNITÁRIA NOVO HORIZONTE – BELTERRA
  48. RÁDIO COMUNITÁRIA FLORESTA VIVA – 87,9 FM – PLACAS-PA
  49. ASSOCIAÇÃO DE JOVENS – ENGAJA MUNDO
  50. TIARA JACOUT – EXTICTION REBELLION UK
  51. IDADE MÍDIA – COMUNICAÇÃO PARA CIDADANIA
  52. REDE NACIONAL DE PROTEÇÃO A JORNALISTAS E COMUNICADORES
  53. MOVIMENTO NACIONAL DE RÁDIOS COMUNITÁRIAS
  54. REDE PARAENSE DE RÁDIOS COMUNITÁRIAS
  55. RÁDIOS COMUNITÁRIAS ANTENA LIVRE – URUARÁ
  56. RÁDIO COMUNITÁRIA INTEGRAÇÃO FM – VILA DE BOIM, RESEX TAPAJÓS ARAPIUNS
  57. RÁDIO COMUNITÁRIA RIO VERDE FM – GOIANÉSIA DO PARÁ
  58. RÁDIO COMUNITÁRIA DE CURUÁ
  59. FÓRUM TELES PIRES
  60. COLETIVO PROTEJA AMAZÔNIA
  61. GT INFRAESTRUTURA
  62. REDE DEMOCRACIA & PARTICIPAÇÃO
  63. COOPERATIVA DOS TRABALHADORES AGROEXTRATIVISTAS DO OESTE DO PARÁ – ACOSPER
  64. ISER ASSESSORIA – RIO DE JANEIRO
  65. ASSOCIAÇÃO DA CASA FAMILIAR RURAL DE SANTARÉM
  66. ASSOCIAÇÃO DAS MULHERES TRABALHADORAS RURAIS DE SANTARÉM
  67. ASSOCIAÇÃO BEM TE VI DIVERSIDADE
  68. FUNDAÇÃO ZÉ CLÁUDIO E MARIA
  69. FRENTE BRASIL POPULAR TRANSXINGU
  70. ASSOCIAÇÃO DA CASA FAMILIAR RURAL DO LAGO GRANDE
  71. ASSOCIAÇÃO DE MULHERES RURAIS DE BELTERRA – AMABELA
  72. CONSELHO INDÍGENA TAPAJÓS E ARAPIUNS – CITA
  73. ABONG PARÁ
  74. CORDEL – COLETIVO REVOLUCIONÁRIO DE LIBERTAÇÃO – SP
  75. GELEDES INSTITUTO DA MULHER NEGRA
  76. LBL – LIGA BRASILEIRA DE LÉSBICAS
  77. KOINONIA PRESENÇA ECUMÊNICA E SERVIÇO
  78. ARTICULAÇÃO ANTINUCLEAR BRASILEIRA
  79. INSTITUTO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO DO BRASIL – IEB
  80. SOS CORPO INSTITUTO FEMINISTA PARA A DEMOCRACIA
  81. CENTRAL DE MOVIMENTOS POPULARES – CMP
  82. COLETIVO RIO VERDE VIVO
  83. VIRADA VARGINHA
  84. MUDA DE IDEIA
  85. OCA – LABORATÓRIO DE EDUCAÇÃO E POLÍTICA AMBIENTAL DA ESALQ/USP
  86. FUNDAÇÃO GRUPO ESQUEL BRASIL
  87. ASSOCIAÇAO DE DEFESA ETNOAMBIENTAL KANINDÉ
  88. OFICINA ESCOLA DE LUTHERIA DA AMAZÔNIA – OELA
  89. OS VERDES MOVIMENTOS DE ECOLOGIA SOCIAL
  90. COALIZÃO PELO CLIMA NO RIO DE JANEIRO
  91. FBOMS – FÓRUM BRAILEIRO DE ONGs E MOVIMENTOS SOCIAIS PARA O DESENVOLVIMENTO E MEIO AMBIENTE
  92. FUNDO SOCIOAMBIENTAL CASA
  93. RECONEXÃO AMAZÔNIA
  94. INSTITUTO SÓCIOAMBIENTAL – ISA
  95. INSTITUTO CLIMA E SOCIEDADADE
  96. IMAZON
  97. IMAFLORA
  98. INSTITUTO VLADIMIR HERZOG
  99. FEACT BRASIl – FORUM ECUMENICO ACT ALIANÇA BRASIL
  100. CENTRO FEMINISTA DE ETUDOS E ASSESSORIA – (CFEMEA)
  101. REDEH – REDE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO
  102. CENTRAL DE MOVIMENTOS POPULARES – CMP
  103. ARTICULAÇÃO DE MULHERES BRASILEIRAS – AMB
  104. IPAM AMAZÔNIA
  105. SOCIEDADE, MEIO AMBIENTE, EDUCAÇÃO, CIDADANIA E DIRETOS HUMANOS – SOMECDH
  106. INSTITUTO UANÁ DE TECNOLOGIA SOCIAL
  107. FAMCOS – FEDERAÇÃO DAS ASSOCIAÇÕES DE MORADORES E ORGANIZAÇÕES COMUNITÁRIAS DE SANTARÉM
  108. INSTITUTO BVRIO
  109. INSTITUTO CICLOS DE SUSTENTABILIDADE E CIDADANIA
  110. FUNDAÇÃO AVINA
  111. REDE BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL
  112. GRUPO DE ESTUDOS EM EDUCAÇÃO E MEIO AMBIENTE
  113. ASSOCIAÇÃO FLORESTA PROTEGIDA DO POVO MEBENGÔKRE – KAYAPÓ
  114. ABJD NUCLEO PARÁ
  115. INSTITUTO VIVEJAR- SÃO PAULO
  116. REDE CERRADO
  117. MATER NATURA – INSTITUTO DE ESTUDOS AMBIENTAIS (CURITIBA – PT)
  118. INSTITUTO FAZENDO HISTORIA
  119. AMIGOS DA TERRA BRASIL
  120. CENTRO NACIONAL DE AFRICANIDADE E RESISTÊNCIA AFRO-BRASILEIRA
  121. FUNDAÇÃO VIVER PRODUZIR E PRESERVAR
  122. INSTITUTO MANGUEZAL
  123. OBSERVATÓRIO DO CLIMA
  124. IDESAM
  125. REDE GTA
  126. ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DA INCLUSÃO DIGITAL DA AMAZÔNIA – INDIA
  127. PROJETO PURAQUÉ DE INCLUSÃO DIGITAL E CIDADANIA NA AMAZÔNIA
  128. FORUM DO TERRITÓRIO DO MÉDIO JURUÁ
  129. ICV – INSTITUTO CENTRO DE VIDA
  130. UMA GOTA NO OCAENO
  131. FEDERAÇÃO DE ÓRGÃOS PARA ASSISTÊNCIA SOCIAL E EDUCACIONAL – FASE NACIONAL
  132. REDE CERNE
  133. INSTITUTO BVRio
  134. INSTITUTO CICLOS DE SUSTENTABILIDADE E CIDADANIA
  135. FUNDAÇÃO AVINA
  136. REDE BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL
  137. GRUPOS DE ESTUDOS EM DUCAÇÃO E MEIO AMBIENTE
  138. ASSOCIAÇÃO FLORESTA PROTEGIDA DO POVO MEBENGÔKRE – KAYAPÓ
  139. ABJD NÚCLEO PARÁ
  140. INSTITUTO VIVEJAR – SÃO PAULO
  141. REDE CERRADO
  142. MATER NATURA – INSTITUTO DE ESTUDOS AMBIENTAIS – CURITIBA-PR
  143. INSTITUTO FAZENDO HISTÓRIA
  144. ARCA GOIÁS – ASSOCIAÇÃO PARA RECUPERAÇÃO E CONSERVAÇÃO DO AMBIENTE
  145. CDDH DOM TOMÁS BALDUÍNO DE MARAPÉ-ES
  146. COLETIVO DE MULHERES DO CALAFATE- SALVADOR/BAHIA
  147. AÇÃO EDUCATIVA
  148. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ORGANIZAÇÕES NÃO GIVERNAMENTAIS – ABONG
  149. CENTRO DE CRIAÇÃO DE IMAGEM – CECIP
  150. SINTEPP REGIONAL OESTE
  151. CENTRO NACIONAL DE AFRICANIDADE E RESISTÊNCIA AFRO-BRASILEIRA – CENARAB
  152. FUNDAÇÃO VIVER, PRODUZIR E PRESERVAR – FVPP
  153. ISPN – INSTITUTO SOCIEDADE, POPULAÇÃO E NATUREZA
  154. AÇÃO EDUCATIVA
  155. GREENPEACE BRASIL
  156. CENTRO ARTÍSTICO CULTURAL BELÉM AMAZÔNIA
  157. ONG RÁDIO MARGARIDA
  158. ABS OSMAR
  159. COOPERATIVA DOS PRODUTORES AGROEXTRATIVISTAS DO RIO PAGÃO- COPA
  160. UNIVERSO VERDE – MT
  161. APATAS – MT
  162. AMPARA – MT
  163. CLIMAINFO
  164. ASSOCIAÇÃO DE PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE E DA VIDA – APREMAVI
  165. INSTITUTO CENTRO DE VIDA – ICV
  166. WTT – WORLD-TRANSFORMING TECHNOLOGIES
  167. INSTITUTO ETHOS
  168. AMIGOS DA TERRA – AMAZÔNIA BRASILEIRA
  169. MATER NATURA
  170. WWF-BRASIL (FUNDO MUNDIAL PARA A NATUREZA)
  171. SAPI SOCIEDADE AMIGOS POR ITAÚNAS
  172. FÓRUM DO TERRITÓRIO DO MÉDIO JURUÁ
  173. FUNDAÇÃO VIVER PRODUZIR E PRESERVAR DA TRANSAMAZÔNICA
  174. COMITÊ CHICO MENDES
  175. EARTH INNOVATION INSTITUTE – ELL
  176. SOS AMAZÔNIA
  177. FUNDAÇÃO AMAZONAS SUSTANTAVEL – FAS

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum