Maricá vai receber polo da Uerj até o fim do ano

Prefeitura e universidade realizaram encontro nesta terça-feira

A cidade de Maricá deve receber até o fim do ano um polo da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Reunião realizada entre o prefeito Fernando Horta (PT) e o reitor da Uerj, Ricardo Lodi Ribeiro, nesta terça-feira (14) selou o compromisso.

O município e a universidade firmaram compromisso para a instalação presencial de atividades de ensino, pesquisa e extensão até o fim do ano.

Além de Horta e Lodi, participaram do encontro o vice-reitor, Mário Carneiro, pró-reitores e a secretária de Educação de Maricá, Adriana Luiza da Costa.

“Hoje foi lançada a pedra fundamental. Agora vamos avançar dos pontos de vista jurídico e técnico, para disponibilizar inicialmente, ainda neste ano, cursos de extensão e de pós-graduação lato sensu e, em perspectiva de um prazo um pouco maior, cursos de graduação presencial. O objetivo é que tenhamos um campus da Uerj no município de Maricá”, disse Lodi.

“A intenção é ampliar o projeto de interiorização da Uerj, levando as políticas públicas a toda a população do estado do Rio de Janeiro”, completou. Além da capital, a instituição está presente em outros sete municípios do estado.

Segundo Costa, será realizada uma pesquisa na cidade para definir quais cursos a população tem interesse em ver em um polo da universidade.

Com informações da Comunicação da Uerj e da Prefeitura de Maricá

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e pela América Latina, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum Global

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR