Fórumcast #20
01 de setembro de 2017, 11h48

MC Livinho rebate críticas sobre música com letra polêmica: ‘mimimi’

‘Covardia’ foi lançada na última segunda (28) e chamou atenção nas redes sociais por causa de um trecho que diz: ‘Vou abusar bem dessa mina’.

Da Redação

Em tempos onde crimes de abusos contra as mulheres tomam conta do noticiário, o funkeiro MC Livinho lançou, na última segunda-feira (28), uma música com letra polêmica e a internet reagiu. ‘Covardia’ fala em um dos seus versos: “Vou abusar bem dessa mina”.

“Tanta palavra na língua portuguesa e MC Livinho tinha que escrever que vai “abusar bem dessa mina”?”, ressaltou uma internauta. “Livinho deu tiro no pé com essa letra ou não??”, questionou um usuário no Twitter. Outro internauta ainda relembrou o caso do cantor Biel, que assediou uma jornalista. “O MC Livinho ta lançando uma música que fala ‘vou abusar bem dessa mina’ se ele não acabar que nem o Biel vcs num tem moral pra nada mais”.

Acompanhando a reação das redes sociais, o funkeiro divulgou um vídeo em sua página oficial do Facebook. Numa tentativa de se explicar, começou a resposta debochando de seus críticos, chamando-os, entre risos, de “família do mimimi”.

Veja também:  Queimadas contribuem para "dia virar noite" em São Paulo

Ele atribui a composição à sua “criatividade”, dizendo que gosta de “usar letras diferentes” e de “ser diferente”. “A letra fala de um cara que conheceu uma mina, e a primeira vez não foi tão prazerosa porque ele não controlou a emoção e acabou sendo muito rápido. Na segunda vez, ele abusa do beijo, abusa do corpo da menina. Mas tudo no bom sentido, no sentido figurado”, se explicou.

No YouTube, a música, que teve seu Lyric Video (vídeo que mostra as letras da música de forma estilizada na tela) postado nessa semana, já soma mais de 1 milhão de visualizações.

Assista ao vídeo:

Acompanhe a reação das redes sociais:

Veja a resposta do MC Livinho:

Foto: Reprodução/Facebook


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum