O que o brasileiro pensa?
02 de agosto de 2020, 08h01

Militar que traficou 39 kg de cocaína em comitiva de Bolsonaro segue na FAB e recebe salário

Condenado a seis anos de prisão, Manoel Silva Rodrigues está sem trabalhar desde junho de 2019. Ele, no entanto, continua recebendo R$ 8,1 mil mensais da instituição

O militar da FAB, Manoel Silva Rodrigues, preso por tráfico internacional de 39 quilos de cocaína (Reprodução)

O sargento Manoel Silva Rodrigues, da Força Aérea Brasileira (FAB), que foi detido com 39 quilos de cocaína na comitiva de Jair Bolsonaro durante escala na Espanha, segue na ativa da instituição e recebe salário em dia.

O militar está preso em Sevilha desde junho de 2019. Ele foi condenado a seis anos de prisão e pagamento de multa no valor de 2 milhões de euros, aproximadamente R$ 9,5 milhões.

Rodrigues, no entanto, continua recebendo R$ 8,1 mensais da FAB, incluindo verbas indenizatórias. Em novembro, o valor bruto chegou a R$ 14,5 mil, devido à gratificação natalina.

De acordo com reportagem de Guilherme Mazieiro, no UOL, não houve pedido de bloqueio dos salários. Segundo a FAB, o militar foi notificado da abertura do processo de exclusão, mas seria necessário trânsito em julgado do processo judicial.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum