Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de junho de 2017, 11h16

Ministro tucano pode assumir relatoria de delação da JBS no Supremo

Articulista que vazou em O Globo delação de Joesley Batista diz que existe articulação no STF para que relatoria do caso saia do ministro Fachin para  Alexandre Moraes, ex-ministro da Justiça e indicado por Temer ao STF

 

Por Redação*                      Foto: Reprodução redes sociais

 

Na sessão de hoje do Supremo Tribunal Federal, os 11 ministros da casa devem decidir sobre a validade ou não do acordo de deleção premiada do grupo JBS, que envolveu o presidente Temer em diversas denúncias. E, segundo Lauro Jardim, o jornalista de O Globo que vazou a delação, os ministros podem tirar a relatoria das mãos do atual relator, o ministro Édson Fachin, e passar para Alexandre Moraes, ex-ministro da Justiça de Temer e indicado por ele para o STF: “Há uma articulação em curso no STF, por parte de um ministro, para que Alexandre de Moraes seja o relator da delação da JBS”, escreveu em sua coluna, sem esclarecer se tal ministro é ou não Gilmar Mendes.

Julgamento de hoje — Além da possível discussão sobre mudança da relatoria, o STF deverá analisar hoje a legalidade do acordo de delação premiada. Os questionamentos foram feitos pela defesa do governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, um dos citados nos depoimentos de executivos da JBS. A questão que deverá ser debatida é a possibilidade de o magistrado avaliar o mérito das acusações, não só o cumprimento das formalidades para homologação, além dos benefícios concedidos pelo Ministério Público aos delatores.

 

*Com informações da coluna de Lauro Jardim


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum