Moro comemora derrota de 7 a 4 em suspeição de caso Lula

Ex-juiz elogiou votos favoráveis a ele, mas STF decidiu pela manutenção de sua suspeição por quebra de imparcialidade na atuação de processos contra o ex-presidente

Parcial e definitivamente suspeito, o ex-juiz Sergio Moro foi às redes sociais para elogiar os votos dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Marco Aurélio Mello e Luiz Fux, todos favoráveis a ele.

Apesar desses votos, o grupo lavajatista terminou derrotado por 7 a 4, no julgamento que decidiu pela manutenção da suspeição de Moro, por quebra de imparcialidade na atuação de processos contra o ex-presidente Lula.

“Os votos dos Mins. Fachin, Barroso, Marco Aurélio e Fux, não reconhecendo vícios ou parcialidade na condenação por corrupção do Ex-Presidente Lula, correspondem aos fatos ocorridos e ao Direito. Nunca houve qualquer restrição à defesa de Lula, cuja culpa foi reconhecida por dez juízes”, tuitou Moro.

Nulidade do processo

Com o fim do julgamento, fica formalmente reconhecido pelo STF que o ex-juiz Sergio Moro atuou de forma parcial no julgamento das denúncias apresentadas contra o ex-presidente Lula no âmbito do processo do Triplex do Guarujá, da Operação Lava Jato.

A suspeição definitiva impacta na nulidade de todo o processo, desde a coleta de provas até a decisão final.

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR