Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
26 de outubro de 2019, 11h24

Morre Wanderley Guilherme dos Santos, um dos maiores intelectuais brasileiros

Autor de obras aclamadas na área de ciência política, Wanderley faleceu aos 84 anos vítima de pneumonia

Wanderley Guilherme dos Santos (Reprodução)

Faleceu na madrugada deste sábado (26) o professor aposentado da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Wanderley Guilherme dos Santos, um dos mais renomados cientistas políticos da atualidade. Wanderley tinha 84 anos e faleceu de pneumonia. Estava internado desde quinta-feira (24) em um hospital no Rio.

Wanderley tinha acabado de escrever um livro em que explica a eleição do presidente Jair Bolsonaro (PSL). A obra deve ser publicada em breve pela Topbooks.

O intelectual também é autor das grandes obras “Sessenta e quatro: anatomia da crise” e “Cidadania e justiça: a política social na ordem brasileira”. Aos 29 anos, Wanderley ficou conhecido pelo texto “Quem vai dar o golpe no Brasil”, que prenunciou o golpe de Estado e a possível derrubada do presidente João Goulart em 1964, tornando-se referência bibliográfica nos meios acadêmicos.

Nas redes sociais, diversas personalidades do meio político, acadêmico e da imprensa prestaram homenagem ao cientista político. A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) escreveu que Wanderley possui “vida e obra política teórica com importante significado para o nosso país, sobretudo hoje”.

O cientista político Jairo Nicolau também fez menção ao intelectual, que foi seu professor na UFRJ. “Wanderley (ninguém o chamava por seu sobrenome) foi o maior cientista político do Brasil e um intelectual público como poucos”, disse. Pablo Nunes, membro do conselho técnico da plataforma Fogo Cruzado, também prestou homenagem a seu professor. “Era sem dúvida um dos maiores nomes da área”, comentou.

 

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum