O que o brasileiro pensa?
07 de dezembro de 2019, 16h40

Mulher detida em BH por racismo contra taxista é solta após fiança de R$ 10 mil

Natália Burza Gomes Dupin foi detida na quinta-feira, após dizer a um taxista que “não andava com preto”

Reprodução

Depois de ser detida na quinta-feira (5) por ataque racista contra um taxista em Belo Horizonte, a advogada Natália Burza Gomes Dupin, de 36 anos, foi solta neste sábado (7) após pagar fiança de R$ 10 mil. Ela terá direito à liberdade provisória, mas não pode mudar de endereço sem informar o judiciário, nem sair da cidade por mais de 30 dias sem autorização prévia e terá que comparecer mensalmente perante a justiça.

Ao ser questionada por um taxista se precisava de uma corrida, Natália respondeu a ele que “não andava com preto”. A mulher foi conduzida para a delegacia, onde desacatou policiais. No boletim de ocorrência, há o relato de que um policial não conseguiu que a mulher preenchesse dados, pois ela o teria ofendido por ser negro. Ela também chegou a chamar uma sargento de “sapata” e foi algemada.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), a alternativa do pagamento da fiança foi proposta pela juíza Roberta Chaves depois de colher depoimento da suspeita, em audiência de custódia na manhã deste sábado. O caso corre em segredo de justiça.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum