O que o brasileiro pensa?
29 de maio de 2019, 18h30

Mulheres e pardos são maioria entre os inscritos no menor Enem desde 2011

A maior proporção de mulheres em relação aos homens na realização da prova é um padrão. No entanto, a diferença este ano foi de 59,5% de mulheres contra 40,5% de homens

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Quase 60% das inscrições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano foram feitas por mulheres. Trata-se da maior diferença entre homens e mulheres desde, pelo menos 2013, quando o sexo feminino correspondeu a 58,3% das inscrições. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (29) pelo Inep, órgão responsável pela realização da prova.

A maior proporção de mulheres em relação aos homens na realização da prova é um padrão. No entanto, a diferença este ano foi de 59,5% de mulheres contra 40,5% de homens, uma disparidade que vem aumentando desde 2015, quando as mulheres corresponderam a 57% dos inscritos.

O número de inscrições no exame, que serve de seleção para as universidades federais, também vem se alterando de forma gradual nos últimos anos. Com pouco mais de 6,3 milhões de confirmados, o Enem deste ano será o menor desde 2011, quando o exame teve 5.380.857 inscritos. Desde então, o auge foi em 2014, quando mais de 9,4 milhões realizaram a prova.

Além de menor, o Enem deste ano terá o menor número de isentos do pagamento da taxa de inscrição desde 2014: 58,5% dos participante deste ano comprovaram renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos, deixando de ser obrigado a pagar a taxa de R$ 85.

Pardos

Quase metade – 46,4% – dos inscritos se declarou como pardo no momento da inscrição da prova, que deve contar ainda com 30% de brancos e 13% de negros. A grande maioria dos inscritos é composta de já formados no Ensino Médio ou que concluem ainda neste ano, e que possuem entre 17 e 19 anos de idade.

O Enem 2019 será realizado nos dias 3 e 10 de novembro, com abertura dos portões às 12 horas e fechamento às 13 horas.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum