Fórumcast, o podcast da Fórum
05 de junho de 2017, 14h28

Município da Bahia aproveita o São João e promove Forró Nu

A realização do Forró Nu trouxe para o local também uma antiga discussão. De um lado os naturalistas locais dizem ser contra esse tipo de festa e acusam as pousadas locais de promoverem eventos de trocas de casais. Os estabelecimentos admitem uma mistura de público entre naturalistas e praticantes do suingue.

A realização do Forró Nu trouxe para o local também uma antiga discussão. De um lado os naturalistas locais dizem ser contra esse tipo de festa e acusam as pousadas locais de promoverem eventos de trocas de casais. Os estabelecimentos admitem uma mistura de público entre naturalistas e praticantes do suingue. 

Da Redação*

Em Massarandupió, município de Entre Rios, no interior da Bahia, acontecerá, no próximo dia 17 de junho, a segunda edição do Forró Nu. Há duas exigências básicas para os frequentadores: que estejam sem roupas e não será permitido sexo público no local. O casal que insistir será colocado para fora.

Também não é permitida a entrada de crianças.

Para cada casal é cobrado um valor de R$ 80, podendo aproveitar além da dança, as belezas paradisíacas do local. Segundo o idealizador do evento, David Andrade, já foram confirmados 40 casais.

Polêmica

A realização do Forró Nu trouxe para o local também uma antiga discussão. De um lado os naturalistas locais dizem ser contra esse tipo de festa e acusam as pousadas locais de promoverem eventos de trocas de casais. Os estabelecimentos admitem uma mistura de público entre naturalistas e praticantes do suingue.

A Associação Baiana de Naturalismo não vê problemas com a festa, destacando importância de distinguir o naturalismo e “ação liberal”.

O Ministério Público, por sua vez, resolveu fiscalizar a festa. De acordo com o promotor Paulo César de Azevedo é necessário que haja garantia sanitária, segurança e acesso restrito do público, evitando constrangimentos.

*Com informações do Diário de Pernambuco

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum