Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
27 de janeiro de 2018, 10h23

No Instagram, Rosângela Moro diz dois lugares em que quer ser beijada

Em post, esposa do juiz Sergio Moro mostra sua visão de mundo e como está lidando com a atual situação do país.

Em post, esposa do juiz Sergio Moro mostra sua visão de mundo e como está lidando com a atual situação do país.

Da Redação

Rosângela Moro, esposa do juiz Sergio Moro, fez um post no Instagram que indica de forma clara sua visão de mundo e a seriedade com que está tratando a situação atual do país, em boa medida construída a partir da forma como seu marido resolveu fazer “justiça”. Na mensagem, ela simula o seguinte diálogo: “Para me fazer feliz, é só me beijar em 2 lugares”. “Sério? Onde?” “Paris e NY!”.

A esposa de Sergio Moro é ativa em suas redes sociais e logo após a Justiça Federal no Distrito Federal proibir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de sair do país e ordenar a apreensão de seu passaporte, postou a imagem da balança, símbolo da Justiça, com a seguinte legenda: “A liberdade tem limites que a Justiça impõe”. A frase é atribuída ao escritor francês Jules Renard (1864-1910).

Em outra postagem, mostrou indignação com a classe política: “Enquete do dia: Se elegemos pessoas para nos representar, porque nossos “representantes” não nos representam? Cobrem e indaguem quem você elegeu! Dinheiro de Caixa 2 eleitoral é o dinheiro que não paga o atendimento no SUS, é o dinheiro que não paga escola de qualidade para nossos filhos e é dinheiro que não paga a nossa segurança nas ruas! Basta!”.

Rosângela, é advogada, e a despeito de ser tão atuante nas redes pra piadinhas elitistas e moralistas nunca disse nada sobre as acusações que Tacla Duran lhe dirigiu. Ao contrário, tirou do ar a página EuMoroComEle quando as denúncias vieram à tona.

Foto: Reprodução/Facebook

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum