Fórumcast, o podcast da Fórum
19 de agosto de 2019, 08h18

Nordeste ganha 58 das 75 medalhas da Olimpíada Nacional de História do Brasil

Os estudantes do Rio Grande do Norte conquistaram 20 medalhas; Pernambuco, 15. Os da região Sul - onde se concentra grande parte da rede de apoio de Jair Bolsonaro - não conquistaram medalhas

Rede pública de Pernambuco levou nove das 15 medalhas. (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Os estados do Nordeste tiveram grande destaque no ranking final da Olimpíada Nacional em História do Brasil, em premiação que aconteceu neste domingo (18), na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). O Rio Grande do Norte obteve o maior número de medalhas, conquistando 20. Em segundo lugar, ficou Pernambuco, com 15 medalhas. Em terceiro, está o Ceará, com 14.

O Facebook silenciou a Fórum. Censura? Clique aqui e nos ajude a lutar contra isso

Ao todo foram convocadas 314 equipes de todo o país para a fase final da competição. São Paulo ficou em quarto lugar, com 12 medalhas, seguido pela Bahia (4), Piauí (3), Minas Gerais (2), além de Goiás, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro e Sergipe, que levaram uma medalha cada, segundo os organizadores. Os estados do sul da região sul do país, onde se concentra grande parte da rede de apoio de Jair Bolsonaro, não conquistaram medalhas

“O Nordeste sempre se destacou, mas este ano dominou a competição. E, particularmente, tínhamos uma grande torcida para Pernambuco. Tanto para as escolas públicas, como para as privadas. Quando uma equipe ganhava medalha, todas as outras vibravam”, lembrou o professor de história Alberon, que orientou sete das 12 equipes pernambucanas na competição.

Entre os alunos pernambucanos que participaram da competição em Campinas, estavam 30 estudantes da Escola de Aplicação do Recife (UPE), que passaram por momentos de tensão antes da viagem. O governo de Pernambuco arcou com as despesas de 15 jovens, mas os outros integrantes das equipes precisaram arrecadar dinheiro para viajar até Campinas (SP). Eles venderam rifas, roupas e doces, além de fazer uma campanha nas redes sociais para conseguir comprar as passagens.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum