Novo ministro da Educação, Decotelli não só mentiu sobre doutorado como teve tese reprovada, revela reitor

Reitor da Universidade de Rosário, na Argentina, havia desmentido a informação divulgada por Bolsonaro e pelo próprio ministro de que ele tinha doutorado na instituição, e depois esclareceu que ele até chegou a cursar, mas não recebeu o título porque foi reprovado

Depois de desmentir publicamente o presidente Jair Bolsonaro sobre um suposto doutorado do novo ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli, o reitor da Universidade Nacional de Rosário, na Argentina, esclareceu à coluna de Mônica Bergamo que o titular do MEC não só não tem doutorado na instituição como reprovou no curso.

“Ele [Decotelli] cursou o doutorado, mas não finalizou, portanto não completou os requisitos exigidos para obter a titulação de doutor na Universidade Nacional de Rosario”, disse Franco Bartolacci, informando ainda que Decotelli teve sua tese de doutorado reprovada.

“Ela foi avaliada negativamente pelo jurado constituído para tal efeito [avaliar o trabalho]”, completou.

MEC envia certificado

A informação de que Decotelli reprovou na tese de doutorado veio após o Ministério da Educação ser questionado sobre o desmentido do reitor da Universidade de Rosário e ter enviado à imprensa um certificado mostrando que o ministro cursou a totalidade das disciplinas do curso de doutorado em administração.

Para adquirir o título de doutor, no entanto, a tese de Decotelli deveria ter sido aprovada, algo que, de acordo com o reitor, não aconteceu.

Mesmo assim, Decotelli mantém em seu currículo lattes a informação de que possui doutorado pela Universidade de Rosário.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR