Número de brasileiros que deixou o país aumentou depois do golpe

De acordo com pesquisa da Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), 99 mil brasileiros imigraram para países ricos em 2017, um ano depois do golpe contra Dilma Rousseff

Estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) revelou que cresceu o número de brasileiros que deixam o país para morar em economias ricas. De acordo com a pesquisa “Perspectivas de Migrações Internacionais”, 99 mil brasileiros imigraram para países ricos em 2017. Este número representa um aumento de 24% em relação ao ano anterior, período ficou marcado pelo golpe da ex-presidenta Dilma Rousseff.

Nos dez anos anteriores, no período de 2007 a 2016, a média de imigrantes brasileiros se mudando para países da OCDE foi de 77 mil pessoas por ano.

INSCREVA-SE para receber conteúdos exclusivos da entrevista do Rovai com o presidente Lula

Com o aumento, os brasileiros passaram a ocupar a 17ª posição em uma lista de 50 principais nacionalidades que emigram para os países membros da OCDE. Portugal foi o país que registrou o maior aumento na chegada de imigrantes brasileiros na comparação com 2016, garantindo um aumento de 64% no fluxo. Na Itália, o aumento foi de quase 50% no período.

Na Espanha, o número de imigrantes brasileiros subiu 12%. A imigração de brasileiros para os Estados Unidos aumentou 9% em 2017.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR