sexta-feira, 18 set 2020
Publicidade

Número de mortes por intervenção policial dá salto no Rio de Janeiro

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

De acordo com levantamento do Instituto de Segurança Pública (ISP), o mês de junho registrou um aumento significativo de casos de homicídios decorrentes de intervenção policial no Rio de Janeiro. Os números deram um verdadeiro salto, ou seja, subiram 59,8% em relação ao mesmo mês de 2017, segundo reportagem de Cristina Boeckel, do G1. As ocorrências de assassinatos com essa característica, os antigos “autos de resistência”, atingiram um aumento de 9,2% em comparação com maio deste ano. Em junho do ano passado, foram 97 casos este ano, 155.

Em contrapartida, junho de 2018 apontou a diminuição no roubo de cargas e veículos, segundo dados oficiais do ISP. Registrou-se no período o menor número de veículos roubados desde outubro de 2016. Ainda de acordo com o ISP, chegou-se ao patamar de maio, indicando que essa queda não foi causada apenas pela greve dos caminhoneiros. Em relação a junho de 2017, a redução foi de 23%. Este ano foram registrados 755 casos, contra 982 do ano passado.

Os homicídios dolosos, quando existe intenção de matar, tiveram queda de 3,8% em comparação a junho de 2017, quando ocorreram 390. Em junho deste ano foram 375. Os casos de letalidade violenta sofreram queda de 5% em relação a maio, mas não em relação a junho de 2017. Esses números se referem aos casos de homicídios dolosos, homicídios decorrentes de intervenção policial, latrocínio e lesão corporal seguida de morte.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.