Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
28 de novembro de 2019, 07h31

O dia em que Gilberto Gil sentiu o racismo

Na mesma data em que um negro que rejeita o racismo assumiu o comando da Fundação Palmares, Gil conta o dia, quando ainda era criança, que sentiu o racismo pela primeira vez e se calou

Gilberto Gil (Montagem)

No mesmo dia em que o negro Sérgio Nascimento Camargo, que nega que exista racismo no Brasil, o músico e ex-ministro da Cultura, Gilberto Gil, foi às redes contar a história de quando começou a sentir o racismo.

“Só fui sentir o racismo quando comecei a ir ao Colégio Marista. Lembro-me que uma vez, quando pedi uma explicação, um professor simplesmente virou para mim e disse: ‘cale a boca, seu negro boçal’. E eu calei. Era uma época muito difícil”, contou Gil, em publicação no Twitter nesta quarta-feira (27).

A publicação gerou vários comentários de seguidores contando casos que viveram e expondo suas posições sobre o racismo.

“Estudei no Marista em São Luís-Ma, veja só. Na minha turma só havia um negro (embora muitos, inclusive eu, não pudessem afirmar categoricamente não serem negros). Era nítida a inibição, o desconforto, o silêncio. Eu não sabia o nome, mas percebia o racismo”, comentou o professor Jarbas Lima.

“Fiz a 5ª no Stella Maris em Fortaleza, gostava de lá, vieram as provas do 1º bim e minhas notas foram altas. A profª com o baixo rendimento da turma me usou disse “até essa menina” tirou nota. Era novata, tinha 11 anos e era a única com a pele morena, nunca achei que fosse elogio”, escreveu Tatiana Lobatto.

“Calou naquele momento. Agora o mundo inteiro te escuta. Fale mais, cante mais. Viva o Gil”, tuitou Adriano d’Almeida.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum