Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
15 de fevereiro de 2019, 13h14

Paola Carosella diz que morte do jovem negro no Extra gera menos indignação que de um cachorro

Vários artistas, políticos e personalidades da vida brasileira também condenaram o assassinato do jovem por um segurança do supermercado

Foto: Reprodução/Vídeo

Vários artistas, políticos e personalidades da vida brasileira manifestaram indignação, nesta sexta-feira (15), através do Twitter, pela morte do jovem negro, Pedro Gonzaga, de 19 anos, sufocado por um segurança, nesta quinta-feira, em uma loja do Extra na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

A chefe de cozinha Paola Carosella condenou a indignação seletiva da sociedade perante o extermínio da juventude negra e periférica. “A morte de um jovem negro em mãos de um segurança gera infinitamente menos indignação que a morte de um cachorro em mãos de um segurança”, tuitou.

Algumas pessoas presentes alertaram o segurança para a gravidade do que ele estava fazendo. “Está sufocando ele”, advertiu uma mulher. “Ele está com a mão roxa”, disse outra pessoa. Porém, o segurança não soltou o pescoço do jovem e falou: “Cala a boca”.

Assim como Paolla, a deputada Erika Kokay, a atriz Leandra Leal e o líder do MTST, Guilherme Boulos, também condenaram o assassinato .

“Cena indignante, prova de que o “guarda da esquina” está solto. O mercado Extra e o segurança têm que ser imediatamente responsabilizados por esse homicídio. Basta de indignação seletiva!”, publicou Guilherme Boulos.

Leia também: VÍDEO: Rapaz morre após levar “mata-leão” de segurança em mercado do Rio

Com informações do Brasil247


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum