sexta-feira, 25 set 2020
Publicidade

Pastor Marco Feliciano justifica massacre de Paraisópolis: “Versão moderna de Sodoma e Gomorra”

O pastor e deputado federal Marco Feliciano (Podemos-SP) usou o Twitter, nesta terça-feira (3), para justificar o massacre que ocorreu na favela de Paraisópolis, em São Paulo, neste domingo (1º). Na oportunidade, uma ação desastrosa da polícia provocou a morte de nove jovens.

“Com Paraisópolis mídia bandidólatra demoniza polícia e vitimiza bailes funk. Quero saber o q esses jornalistas fariam se não pudessem dormir durante 4 dias da semana pq marginais transformaram a rua em uma versão moderna de Sodoma e Gomorra”, tuitou.


Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

A postagem foge ao posicionamento do pastor um dia depois do massacre. Via assessoria, ele entrou em contato com a Fórum na segunda-feira (2) para afirmar que demonstrou apoio aos familiares dos jovens mortos.

“Minha solidariedade às famílias das 9 vítimas do baile funk em Paraisópolis. Estarei orando para que Deus os conforte neste momento de dor. Cabem explicações do prefeito Bruno Covas, pois é responsabilidade do município fiscalizar bailes/festas”, postou.


Sodoma e Gomorra

Segundo relatado na Bíblia, Sodoma e Gomorra foram duas cidades, que acabaram dizimadas por Deus. O fato está registrado no livro de Gênesis. Ainda de acordo com as escrituras, as cidades foram destruídas por causa da “terrível depravação e práticas imorais de seus habitantes”. Portanto, seus habitantes são lembrados na Bíblia pela maneira como transgrediram a Lei de Deus.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.