O que o brasileiro pensa?
05 de junho de 2020, 12h05

“Perdi meu filho por falta de paciência. Por 10 minutos, ela não teve paciência com o meu filho”, diz mãe de Miguel

Em entrevista a Fátima Bernardes, Mirtes Souza diz que encontrou o filho, Miguel, ainda com vida após ele cair do nono andar do prédio no Recife

Mirtes, mãe de Miguel, e Fátima Bernardes (Reprodução)

Em entrevista ao programa Encontro, de Fátima Bernardes, na TV Globo, Mirtes Renata de Souza, mãe de Miguel Otávio Santana, disse que o filho morreu, ao cair do nono andar de um prédio do Condomínio Píer Maurício de Nassau, no Recife, em razão da “falta de paciência” da patroa, a primeira-dama de Tamandaré, Sarí Corte Real.

“Aquilo doeu tanto, eu perdi o meu filho por falta de paciência. Por uma questão de 10 minutos, ela não teve paciência com o meu filho”, disse.

Mirtes conta que encontrou o filho ainda com vida ao chegar no edifício, após passear com o cachorro dos patrões..

“Eu olhei o batimento dele. Ele estava vivo ainda. Nisso, o encarregado chegou, pegou a mão de Miguel e pediu para ele respirar. Ele abriu a boquinha e ficou respirando pela boca. O olhar fixo. Nisso chamou o Samu, a polícia veio e não fez nada. O Samu tava demorando. Veio um morador do prédio que é médico, olhou e disse: o Miguel ainda está vivo, mas precisa ser socorrido com urgência”, afirmou.

Ela disse que Miguel chegou no Hospital da Restauração, após ser levado no carro de Sarí, ainda com vida. “Depois, Miguel veio a óbito”, contou, aos prantos.

Queda
Segundo Mirtes, o filho caiu em um fosso do prédio, de uma altura de cerca de 35 metros. Ela disse ainda que até o momento do velório não tinha visto o vídeo em que a patroa aparece apertando um dos andares do elevador e deixando a porta se fechar com Miguel dentro.

“Eu liguei pra ela e perguntei: Sarí, porque você deixou meu filho no elevador? Porque você não pegou ele pela mão e tirou ele do elevador? Porque você apertou para ele ir para a cobertura? Ela disse: não, eu não apertei o botão do elevador. Eu vou provar a você”, disse Mirtes.

“Ela pode provar o que for, que apertou ou não apertou. Mas, ela deixou meu filho dentro do elevador. Ela deixou meu filho em risco”, complementou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum