Petistas entram com notícia-crime na PGR contra conduta de Jair Bolsonaro na motocada em SP

Além de promover aglomeração, presidente cometeu infrações ao cobrir a placa da moto e usar capacete sem viseira e proteção

O deputado federal Rogério Correia (PT-MG), a deputada estadual Beatriz Cerqueira (PT-MG) e o advogado e ex-deputado Wadih Damous (PT-RJ) protocolaram junto à Procuradoria-Geral da República (PGR), nesta segunda-feira (14), uma notícia-crime contra o presidente Jair Bolsonaro em que apontam infrações cometidas por ele durante a “motocada” realizada em São Paulo no último sábado (12).

Além de ter causado aglomeração e desrespeitado protocolos sanitários contra o contágio do coronavírus, como o não uso de máscara de proteção, Bolsonaro cobriu a placa de sua motocicleta e usou um capacete sem viseira e proteção para o maxilar, duas atitudes que violam o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

“Note-se que tais condutas, vindas de um chefe de Estado, agrava ainda mais a situação, uma vez que encoraja demais cidadãos a incidirem em tal infração, sob influência do ora representado e com a sensação de impunidade, o que de fato ocorreu, como se percebe pelas imagens e reportagens que instruem esta peça”, escreveram os petistas na ação, citando ainda artigo do Código Penal que teria sido violado por Bolsonaro.

Leia também: Prefeitura de SP e Marta Suplicy são representadas no MP e TCM por liberação de verba para motocada de Bolsonaro

“O acusado, ao conduzir a motocicleta com a placa do veículo sem condições de legibilidade e visibilidade, e, ainda sem os equipamentos de segurança adequados praticou as condutas descritas nos tipos penais acima descritos, devendo ser denunciado, processado e ao final condenado nas penalidades impostas pelo Código Penal Brasileira, bem como pelo Código de Trânsito Brasileiro”, pontuaram.

Confira a íntegra da notícia-crime aqui.

Publicidade

Publicidade

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR