sábado, 19 set 2020
Publicidade

Petra Costa: Que esse filme nos ajude a entender como é crucial proteger as democracias

A diretora mineira Petra Costa, responsável pelo filme “Democracia em Vertigem”, indicado nesta segunda-feira (13) ao Oscar de melhor documentário, foi às redes sociais para agradecer pela indicação e reafirmar a importância da obra para o momento político atual.

“Estamos absolutamente emocionados e extasiados por nossos colegas terem reconhecido a urgência deste filme, e honrados por estarmos na companhia de documentários tão importantes”, começou a diretora.

“Numa época em que a extrema direita está se espalhando como uma epidemia, esperamos que esse filme possa nos ajudar a entender como é crucial proteger nossas democracias. Está se tornando cada vez mais evidente o quanto o pessoal é político para tantos ao redor do mundo, e acredito que é por meio de histórias, linguagem e documentários que as civilizações começam a se curar”, continuou. “Gracias a todos que nos ajudaram, a cada passo, a construir essa história”.

A trama narra os bastidores do golpe que levou a ex-presidenta Dilma Rousseff ao impeachment, a prisão de Lula e a ascensão de Sergio Moro e Jair Bolsonaro. Lançado mundialmente em 19 de junho de 2019, o documentário emocionou diversos espectadores e gerou a ira de bolsonaristas, que atacaram a Netflix, onde o filme está hospedado.

Além de “Democracia em Vertigem”, outros quatro filmes vão concorrer junto com a obra Petra. A cerimônia acontecerá em 9 de fevereiro, em Los Angeles.

 

 

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.