O que o brasileiro pensa?
08 de julho de 2020, 08h04

PF prende fundador da Ricardo Eletro em SP em operação contra lavagem de dinheiro

De acordo com as investigações, R$ 400 milhões foram sonegados. Pedro Bianchi, CEO da empresa, já defendeu que é melhor "menos direitos do que desemprego"

Foto: Danilo Girundi/TV Globo

A Polícia Federal prendeu Ricardo Nunes, fundador e ex-principal acionista da rede varejista Ricardo Eletro, na manhã desta quarta-feira (8), em São Paulo. A operação, que é de Minas Gerais, tem por objetivo combater sonegação fiscal e lavagem de dinheiro.

A filha de Ricardo Nunes, Laura Nunes, e o irmão dele, Rodrigo Nunes, também foram presos na região metropolitana de Belo Horizonte. Ao todo, são três mandados de prisão e 14 de busca e apreensão.

De acordo com reportagem do G1, aproximadamente R$ 400 milhões em impostos foram sonegados ao longo de cinco anos. A operação foi batizada de “Direto com o Dono”.

A Ricardo Eletro faz parte do grupo de empresas que defendem ou já defenderam o presidente Jair Bolsonaro, junto com Centauro, Havan, Smart Fit, entre outras.

A página no Facebook do grupo de empresários do Brasil 200, por exemplo, que apoiou os atos golpistas contra o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF), já compartilhou notícias favoráveis a Pedro Bianchi, CEO da Ricardo Eletro.

A publicação reproduz uma entrevista de Bianchi ao UOL, em fevereiro deste ano, em que diz que “é melhor menos direitos do que desemprego”.

Confira:

Vale a pena ter um pouco menos de "direitos" e mais empregos e salários. A opinião é do CEO e presidente do Conselho de…

Publicado por Brasil 200 em Quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum