Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
05 de novembro de 2019, 14h48

Pistoleiros atacam indígenas após fazendeiros invadirem território sagrado dos Guarani Kaiowá no Mato Grosso do Sul

A região é palco constante de conflitos. Em julho, um indígena de 14 anos foi jogado vivo a uma fogueira por seguranças de um fazendeiro após ter sido atingido por 18 tiros de borracha e tiros de grosso calibre

Indígenas foram atacados em Dourados, no Mato Grosso do Sul (Divulgação)

Um grupo de indígenas Guarani Kaiowá foi ferido com balas de borracha no tórax, ombro e cabeça por pistoleiros de fazendeiros na noite desta segunda-feira (4) na região de Dourados, no Mato Grosso do Sul.

Segundo movimentos indígenas, o ataque se deu após os fazendeiros invadirem um território indígena Ñu Vera, considerado sagrado pelos indígenas.

A região é palco constante de conflitos. Em julho, um indígena de 14 anos foi jogado vivo a uma fogueira por seguranças de um fazendeiro após ter sido atingido por 18 tiros de borracha e tiros de grosso calibre.

Ele teve 90% do corpo queimado, e faleceu 5 dias depois. Apenas em 2018, foram 38 indígenas assassinados neste estado, região que concentra alto índice de violência e conflitos por terra no Brasil.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum