#Fórumcast, o podcast da Fórum
12 de outubro de 2019, 10h42

PM agride manifestante e dá tiro de fuzil durante enterro do menino Kelvin, no RJ

Amigos e familiares do jovem assassinado pela PM do Rio de Janeiro, durante o sepultamento, fizeram um protesto contra a violência policial e foram reprimidos por um dos agentes que, segundo a corporação, foi preso; assista

Reprodução

Em meio à política genocida de segurança pública que vem sendo encampada pelo governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, policiais militares do estado seguem dando demonstrações de violência gratuita e despreparo. Nesta sexta-feira (11), durante o sepultamento do menino Kelvin, um PM agrediu manifestantes e deu tiros de fuzil para o alto para liberar o trânsito.

“O que faz um PM apontar o fuzil para a população e disparar pro alto para ‘abrir caminho para o trânsito’, quebrando os protocolos e esquecendo todo o treinamento recebido?”, questionou, em suas redes sociais, o jornalista Flavio Fachel. O perfil da Polícia Militar respondeu à postagem, informando que o policial flagrado agredindo manifestantes e disparando para o alto foi preso.

“O comando da #PMERJ reitera que a conduta do policial não é condizente com os protocolos de atuação instruídos e empregados pela Corporação”, diz a postagem da corporação. 

Os amigos e familiares de Kelvin Gomes Cavalcante decidiram, durante o sepultamento do garoto no Cemitério de Irajá, Zona Norte do Rio, fazer um protesto contra a violência policial. O jovem, de 17 anos, foi assassinado na quinta-feira (10) com seis tiros disparados por policiais militares enquanto cortava o cabelo em uma barbearia na favela Para-Pedro.

 

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum